How to get away with bloqueio criativo

O atendimento manda aquele briefing caprichado e você não tem a menor ideia do que fazer com ele. Quem nunca, né? O bloqueio criativo é um fantasminha que vai te assombrar de vez em quando e você vai ter que lidar com ele. Então, não se desespere e vamos descobrir juntos um jeito de enfrentar esse danado.  Estas são algumas coisas que costumam funcionar para mim e que, espero, possam servir para você também.

 

 

1. O atendimento pode te ajudar muito.

Quem melhor do que a pessoa que conversou com o cliente para te ajudar a entender o que ele quer? Vai lá na sala do atendimento e bate um papo. Ele não morde.

 

2. Você tem um criativo do seu lado. Troque uma ideia com ele!

Seja qual for o seu job, você não está sozinho para realizá-lo.  Tem alguém, espero que muito bom, ao seu lado, então aproveite! Conversem sobre o briefing, cruzem ideias. Afinal, vocês são duas mentes com bagagens diferentes, então a chance de pensarem algo bom é grande.

 

3. Pesquise o que já rolou.

Dê uma pesquisada sobre o que outras pessoas já falaram sobre o tema, isso vai servir como parâmetro para você. É aquela coisa: saber o que não fazer já é meio caminho para descobrir o que fazer.

 

4. Mesmo assim aquela ideia maravilhosa ainda não veio. O que eu faço?

Uma pausa. Pare um pouquinho, vai tomar um café, uma água, um sorvete, um ar ou o que seja. Dê um tempo para a sua cabeça. 

 

5. Veja outras coisas.

Sempre tem alguma coisa bacana na mão dos outros criativos. Também vale a pena fazer um pequeno passeio nas outras mesas e conferir o trabalho da galera. Com isso, você pode ter uma visão diferente sobre o seu job e até ter um insight.

 

6. Chegou a hora de começar, né?

Não tenha medo das suas ideias. Pegue um papel e vá escrevendo tudo o que te remeta ao briefing, palavras chave, verbos, adjetivos, o que for. Jogue no papel tudo o que vier à sua cabeça. Depois, faça uma seleção do melhor que saiu e trabalhe nisso.  

 

E lembre-se: nem tudo o que você fizer vai ser a grande sacada do ano. E tudo bem. A graça da publicidade não está só em fazer algo que te dê um prêmio, mas também em sempre tentar se superar e pensar diferente, pelo seu cliente e principalmente por você.

 

 

Sobre Guilherme Lucena

Guilherme Lucena

Comentários